Símbolos Animados dos Açores
Para utilizar no seu site, página web ou blogue. Página 2
Adicionar site    Adicionar blogue    Adicionar artigos    Enviar quadras e rimas
Ilha Terceira Net
Santo Cristo dos Milagres

Símbolos Animados dos Açores
Código HTML
Divino Espírito Santo

Símbolos Animados dos Açores
Código HTML
José Albino Fernandes

Símbolos Animados dos Açores
Código HTML
As Velhas

Símbolos Animados dos Açores
Código HTML
Santo Cristo dos Milagres. Uma das devoções
mais ricas em significado, e que se manifesta
com pujança extraordinária em nossos dias, é a
do Senhor Santo Cristo dos Milagres. O centro de
sua veneração é o Mosteiro da Esperança em
Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, no
arquipélago dos Açores. O Senhor Santo Cristo é
representado nesta devoção por um busto de
tamanho superior ao de um homem, figurando
Jesus no Pretório de Pilatos, depois de acoitado,
com a face chagada pelos golpes e pelas
bofetadas, a cabeça coroada de espinhos,
encimando o seu rosto adorável e o peito aberto
pela lança.
As Festas do Espírito Santo é uma característica
da vida dos Açores, ajudaram a desenvolver um
sentido de comunidade característico da cultura
das ilhas. Os emigrantes e seus familiares, na
América do Norte e em Portugal, costumam
regressar ás ilhas para a celebrarem. Em geral
uma criança é coroada na igreja paroquial, com
um ceptro e uma placa de prata como símbolo
do Espírito Santo e preside ás festas todos os
Domingos durante sete semanas depois da
Páscoa.
Esta ganadaria começou com o Ganadero José
Diniz Fernandes, mais conhecido por José Albino.
A sua ganadaria teve início em 1932 mas em
1940 desistiu. Recomeçou novamente em 1956 e
manteve-se até 1967, ano em que José Diniz
Fernandes faleceu. A ganadaria continuou com o
seu filho José Albino Fernandes, até ao seu
falecimento em 1994. Após a morte de José
Albino Fernandes, a ganadaria continuou com a
sua filha, Fátima Fernandes Ferreira, também
conhecida por Fátima Albino, e com o seu
marido António Ferreira e as suas duas filhas,
Susana e Sónia.
As Velhas. É indiscutível que foi trazida pelos
primeiros povoadores. A influência pode ser
brasileira, africana e também americana. Tudo
leva a crer que esta canção tem afinidades com
as Cantigas de Escárnio e Maldizer e também
com a poesia trovadoresca da Idade Média.
Também pode ter influência com a cantiga
Chacota, canção de “fazer rir verdades e
fantasias”, um dos géneros musicais utilizados por
Gil Vicente para “criticar, troçar de tudo e de
todos, mas a todos divertindo”. As Velhas possuem
uma estrutura poética constituída por uma
sextilha e uma quadra.
página seguinte >>
<< página anterior
página seguinte >>
<< página anterior

Instruções: BASTA Copiar e Colar o código HTML para o seu site e ... JÁ ESTÁ!